Garanta a qualidade dos seus medicamentos termolábeis

Atualizado: 4 de nov. de 2021

Atenda às demandas regulatórias, evite perdas e garanta a satisfação de seus clientes


Com a entrada em vigência da RDC 430, publicada pela Anvisa em março do presente ano, as distribuidoras de medicamentos têm prazo para implementarem medidas de monitoramento de temperatura e umidade em toda a cadeia de distribuição: na armazenagem e no transporte.


No futuro o monitoramento eletrônico provavelmente será obrigatório para as redes de farmácias, hospitais e clínicas.

Boas práticas recomendadas pela Anvisa


A Anvisa recomenda algumas boas práticas em suas RDCs (304/2019 e 430/2020):

  • Os locais de armazenamento e transporte de termolábeis devem possuir em suas instalações equipamentos e instrumentos para monitoramento contínuo de temperatura e umidade;

  • Adoção de áreas refrigeradas junto aos espaços onde os produtos são recebidos e expedidos, reduzindo a exposição de medicamentos termolábeis à temperatura ambiente;

  • Os medicamentos termolábeis devem ser armazenados conforme recomendações do detentor do registro em meio que seja qualificável termicamente;

  • Garantir fontes alternativas de energia para os equipamentos que farão a armazenagem dos medicamentos termolábeis;

  • Uso preferencial de sistemas informatizados de monitoramento de temperatura;

  • Possibilitar o rastreio dos medicamentos, número do lote, data e horário do início e término do monitoramento nos dispositivos utilizados para monitorar temperatura e umidade, além de disporem de alarmes que sinalizem variações fora das faixas válidas.

Os cuidados no armazenamento de medicamentos são primordiais para garantir sua integridade e eficácia, assim como a segurança do paciente que fará uso da substância. No caso dos medicamentos termolábeis, esse cuidado deve ser redobrado, exigindo um constante monitoramento de temperatura em toda a cadeia do frio.


Suas farmácias estão preparadas para esta nova etapa? Seu processo consegue garantir que não haverá oscilações de temperatura na armazenagem expondo os termolábeis à temperatura ambiente por longos períodos?

A Ayga lançou no mercado em 2021 a solução Ayga Pharma, uma solução completa que garante o monitoramento de temperatura e umidade em todas as etapas do processo de distribuição de medicamentos termolábeis, garantindo o registro e armazenagem dos dados e gerando alarmes em caso de falhas nos sistemas de refrigeração.





77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo